Nenhum amor se perde

Nenhum amor se perde
(Adonay Pereira e Eliana Printes)

Todos esses anos
Se passaram
E você comigo
Todos esses anos
Foram poucos
Pra ser mais preciso
Preciso descartar
A zona de fronteira
Barreiras

Veja o céu que escurece
Quando vai chover
Sei, sei andamos tantas vezes
Sem perceber
Que a vida sabe
Se equilibrar sozinha, sozinha
Toda noite, todo dia
Sob os olhos da alegria
E a força do perdão
Nenhum amor se perde
O amor é mais
O amor é muito mais

Não há razão pra não tentar
O amor suporta o que vier
E não se abale quando o sol
Escurecer ao seu redor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *