Música brasileira inspira orquestra na Alemanha

A música “O Céu hoje a noite” (Adonay Pereira / Eliana Printes) gravada por Eliana em seu 4º álbum “Pra lua tocar” serviu de inspiração para o maestro Knut Andreas e saxofonista Ralf Benschu na criação do réquiem para saxofone e orquestra.

Orquestra Sinfonica Collegium Musicum de Potsdam

O maestro Knut Andreas fala sobre como conheceu a musica O céu hoje a noite

A primeira vez que eu ouvi a música “O Céu hoje à noite” de Adonay Pereira e Eliana Printes foi quando meu amigo Gil me mostrou a música e perguntou se eu poderia tocá-la ao piano. Eu tentei tocar a música e também gostei dela desde o primeiro momento.
– Knut Andreas

A idéia de compor o réquiem

Então tive a ideia de compor um réquiem para saxofone e orquestra para um de nossos concertos com a orquestra sinfônica “Collegium Musicum Potsdam”, em colaboração com o conceituado saxofonista Ralf Benschu, que possui uma boa técnica de improvisação. Decidimos escrever o réquiem juntos. Eu fiz as partes para orquestra e solista e ele fez as improvisações em todos movimentos.
– Knut Andreas

O céu hoje a noite como inspiração

Eu utilizei a música “O Céu hoje à noite” para o Réquiem. Para cada movimento eu peguei um pedaço da música, por exemplo, as harmonias, a melodia, o ritmo e no fim do último movimento “In Paradisum” pode-se ouvir a música completamente.

Na visão de uma pessoa que mora aqui na Alemanha, o Brasil poderia ser o paraíso também, pelo menos foi assim pra mim ao lembrar da minha primeira viagem para Manaus. Outro detalhe que também me chamou atenção foram as palavras que fecham a letra da musica ‘aos olhos azuis do anjo‘ combinam em parte com o texto de um réquiem mesmo as ideias dos textos sendo diferentes”.
– Knut Andreas

Sobre o concerto

A Orquestra Sinfonica Collegium Musicum de Potsdam (65 músicos), apresentou o concerto no dia 21 de novembro de 2009 em uma igreja da cidade Potsdam na Alemanha. O solista foi o conceituado músico Ralf Benschu no saxofone e o maestro e regente: Knut Andreas.

O concerto teve três momentos

O primeiro foi a abertura com um coral de J.S Bach.

A segunda música foi o Réquiem para saxophone e orquestra inspirado na música “O céu hoje a noite” (Adonay Pereira / Eliana Printes). Cada movimento tem uma parte da canção, melodia, harmonia e no último movimento podemos ouvir a música completa.

A terceira música e o encerramento do concerto foi a sinfonia número 2 de Johannes Brahms.

O que mais nos chamou atenção e nos emocionou quando ouvimos a gravação do Réquiem para saxofone e orquestra enviado pelo maestro Knut Andreas além da beleza e da grandiosidade do som de orquestra foi o fato de saber que uma canção de nossa autoria foi estudada e ensaiada por músicos de um outro país que dedicaram seu tempo ao nosso trabalho. Só temos que agradecer a Deus.
– Eliana Printes

A canção O Céu hoje a noite fala em sua letra de fim e recomeço, de reencontro e de conquista, é essencialmente uma canção de amor.

Clique aqui para ler um artigo no site da orquestra alemã.

6 comentários em “Música brasileira inspira orquestra na Alemanha

  1. Não é novidade nenhuma os melhores ´musicos apreciarem o trabalho de vcs dois pois, vc Eliana e vc Adonay são músicos de primeira grandeza.Eu tenho o maior orgulho de també apreciar a poesia de vcs. Grande abraço.

  2. Fico orgulhosa de conhecer o trabalho dessas duas feras que é a Eliane e o maestro Knut Andreas….estamos bem representados aqui na europa poeticamente.Um grande abraco

  3. Fiquei Feliz ao ler essa Informação sobre Eliana Printes: O Primeiro Mundo “consumindo composições da MPB Contemporânea”.

    Desejo toda a Boa Sorte do Mundo!

    Patrick e Marcelli

  4. Parabéns Eliana e Adonai!!!
    Nossa! não imaginas a alegria e orgulho pelo reconhecimento do trabalho de artistas amazonenses que fazem música de qualidade.
    Nossa terra é pródiga em talentos musicais, infelizmente como não estão na grande mídia há pouco prestígio pelo Brasil e até em nosso próprio Estado.
    Este reconhecimento internacional serve de exemplo para que valorizemos nossa cultura, prova que nossa música não é puro regionalismo, vai além das nossas fronteiras, provando que a música local, tem sim senhor, um sentido universal, a exemplo do que acontece na literatura com o escritor Milton Hatoun, só para citar um exemplo.
    Eliana, querida, você merece e obrigada por nos brindar com sua voz firme, vibrante e suave, demonstrando leveza e conteúdo musical. É isso aí, garota!
    Dora Garcia

  5. Que maravilha!
    Um reconhecimento super merecido por vcs dois, meus amigos.
    Que bom ouvir suas músicas e principalmente a voz e interpretação maravilhosa de Eliana e as composições perfeita de Adonay.
    Parabéns por este sucesso internacional.
    Volte logo para Manaus, vamos comemorar mais esta grande vitória.
    Beijos………saudades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *